Camila Rossi ganhou três medalhas nos Jogos Pan-Americanos. (Reprodução/Instagram)

Dos 11 curitibanos que disputaram os Jogos Pan-Americanos, em Lima, no Peru, sete deles voltaram para casa com medalha no peito. Se Curitiba fosse um país no quadro de medalhas, teria terminado na 18ª colocação, com duas de ouro, duas de prata e cinco de bronze.

A atleta de Curitiba que mais conquistou medalha nos Jogos Pan-Americanos foi a ginasta Camila Rossi. Ela foi medalha de ouro, com a equipe de conjunto da ginástica rítmica, na prova mista dos três arcos e dois pares de maças, e ganhou dois bronzes, nas provas do conjunto geral e com cinco bolas.

Outro medalhista de ouro entre os curitibanos foi o triatleta Kauê Willy, que ganhou a prova do revezamento misto do triatlo ao lado de Luisa Baptista, Manoel Messias e Vittoria Lopes. Ele ainda participou da competição no individual e acabou na 13ª posição.

As medalhas de prata dos atletas de Curitiba foram conquistadas por Bárbara Domingos e Bruno Fontes. A ginasta ficou em segundo lugar na fita da ginástica rítmica e ganhou a primeira medalha do Brasil na prova em Jogos Pan-Americanos. Já o velejador acabou na vice-liderança na classe Laser da vela e superou o trauma do Pan de 2011, quando deixou escapar o pódio e acabou em quinto lugar.

Bárbara Domingos ficou com a prata na ginástica rítmica. (Ricardo Bufolin/CBG)

A pentatleta Isabela Abreu, ao lado de Priscila Oliveira, ganhou a medalha de bronze no revezamento do pentatlo moderno. A curitibana ainda esteve na prova individual, terminou em sexto lugar e quase garantiu a vaga nos Jogos Olímpicos de 2020.

Outra curitibana que ganhou a medalha de bronze foi Carolyne Pedro, que terminou em terceiro lugar na prova por equipe da ginástica artística. Outra prova disputada pela ginasta foi a final individual das barras assimétricas, na qual terminou na sétima colocação.

A última atleta de Curitiba a subir no pódio em Lima foi a jovem nadadora Fernanda de Goeij, de apenas 18 anos. Depois de quebrar o recorde dos 200 metros costas logo em sua primeira final, a curitibana encerrou a sua participação com a medalha de bronze no revezamento 4×100 metros medley.

Fernanda de Goeij foi a revelação da natação brasileira no Pan-Americano. (Alexandre Loureiro/COB)

A participação dos outros curitibanos

Os esgrimistas Athos Schwantes, Alexandre Camargo e Amanda Simeão, o halterofilista Serafim Vali e a jogadora de rugby Rafaela Zanelatto também representaram Curitiba nos Jogos Pan-Americanos, mas não subiram ao pódio.

Athos Schwantes foi o melhor brasileiro na prova da espada na esgrima e caiu apenas nas quartas de final para o venezuelano Jesus Limardo, que ficou com a prata. O experiente esgrimista ainda participou da competição por equipe, assim como Alexandre Camargo, e terminou na quinta posição.

Já na esgrima feminina, Amanda Simeão caiu nas oitavas de final da prova individual da esgrima para a campeã mundial Nathalie Moellhausen. Já na prova por equipe, ela, ao lado de Nathalie Moellhaussen e Victoria Vizeu, perdeu a disputa do bronze para a Venezuela.

O halterofilista Serafim Veli ficou em quinto lugar na categoria até 96 kg do levantamento de peso. Já Rafaela Zanelatto esteve no time brasileiro que perdeu a disputa da medalha de bronze para a Colômbia e acabou na quarta colocação.

Confira todas as medalhas dos curitibanos

OURO

Camila Rossi – ginástica rítmica
Kauê Willy – triatlo

PRATA

Bárbara Domingos – ginástica rítmica
Bruno Fontes – vela

BRONZE

Camila Rossi  (2) – ginástica rítmica
Carolyne Pedro – ginástica artística
Fernanda de Goeij – natação
Isabela Abreu – pentatlo moderno