Isabela Abreu levou o bronze com Priscila Oliveira (à esq.) (Alexandre Castello Branco/COB)

A curitibana Isabela Abreu conquistou ao lado de Priscila Oliveira a medalha de bronze na prova do revezamento feminino do pentatlo moderno do Pan-Americano, em Lima, no Peru. A dupla brasileira ficou atrás somente dos Estados Unidos e de Cuba.

Isabela e Priscila iniciaram a prova do revezamento na esgrima. Depois, elas foram para a natação, tiveram a rodada bônus da esgrima, a prova de hipismo e o laser-run, que encerrou a competição do pentatlo moderno. As brasileiras chegaram a liderar a prova, mas sempre permaneceram entre as primeiras e garantiram o terceiro lugar.

“Nossa competição foi muito boa. A gente fez a melhor esgrima, fiz bons tempos na natação, no hipismo estava um percurso muito difícil ficamos em terceiro. Na corrida, largarmos na frente, mas as meninas correram melhor e vamos levar essa medalha lindona pra casa”, afirmou Isabela Abreu, em entrevista ao site do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Isabela Abreu também participou da prova individual, que valia uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020. Porém, ela ficou em sexto lugar, com 1286 pontos, e não carimbou o passaporte para o Japão por ter ficado atrás de Iêda Guimarães.

A competição feminina reservava cinco vagas para os Jogos Olímpicos, sendo que duas delas eram para as melhores colocadas da América do Sul. Isabela foi a melhor sul-americana, mas existia um limite de uma atleta classificada por país através do Pan.