Acatando a um pedido dos jurados, o juiz Thiago Flores Carvalho decidiu suspender, por volta das 19h30, o julgamento dos sete acusados de participação na morte do jogador Daniel Corrêa Freitas. Neste segundo dia de júri, que começou por volta das 8h30, cinco réus foram interrogados e foi possível realizar a primeira etapa de debates entre defesa e acusação. O júri será encerrado nesta quarta-feira (20).

edison-brittes
Edison Brittes durante o julgamento (Foto: Banda B)

O júri começou na manhã de segunda-feira (18). Ao todo, foram ouvidas 13 testemunhas, incluindo duas sigilosas. Após a primeira etapa, Cristiana e Edison Brittes foram interrogados antes de o júri ser suspenso, por volta das 22h30. Nesta terça-feira (19), foi a vez de David Willian Vollero Silva, Ygor King, Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, Allana Brittes e Evellyn Brisola Perusso.

De acordo com o advogado da família de Daniel, a continuidade do júri hoje poderia prejudicar a votação dos jurados.

“São centenas de quesitos para os jurados, então é mais salutar para todo mundo. Todo mundo dorme, descansa e temos votação amanhã”, disse.

O promotor João Milton Salles explicou que o terceiro dia de debates terá duas horas para réplicas do Ministério Público do Paraná (MPPR) e mais duas horas de tréplica para as defesas.

“O MPPR acredita no que está sendo apresentado, mas nesse caso específico estão sendo levados aos jurados questões além dos fatos, de ordem moral e costumes, e essa a beleza do Tribunal do Júri, porque é a população julgando. É importante a gente saber o que a população pensa em questões assim”, disse.

O júri será retomado às 8h30 desta quarta-feira.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Juiz acata pedido dos jurados e suspende julgamento do Caso Daniel após 11 horas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.