Imagens de câmeras de segurança da agência bancária em que Erika de Souza Vieira Nunes, 43, levou Paulo Roberto Braga, 68, para tentar sacar R$ 17 mil mostram o idoso já debilitado, com a cabeça tombada para o lado, em uma cadeira de rodas. O caso ocorreu em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, nesta terça (16).

novas-imagens-mostram-idoso-shopping
Novos vídeos mostram idoso chegando a shopping e banco em cadeira de rodas e com cabeça tombada. Foto: Reprodução/Portal UOL

Eles chegaram ao banco às 13h02, conforme o relógio das câmeras de segurança, e a equipe do Samu foi chamada às 15h20, segundo o boletim de ocorrência. Os socorristas que atenderam a ocorrência afirmaram acreditar que Braga já estivesse morto havia duas horas. Um dos médicos apontou indícios de que ele havia sofrido alguma espécie de intoxicação.

A agência do Itaú fica dentro de um shopping. A polícia já recolheu imagens de câmeras de outros setores do estabelecimento e apura se há mais pessoas envolvidas. Erika se identificou como sobrinha e cuidadora de Braga; a polícia confirma relação de parentesco, e diz que ela seria uma “prima distante”.

Ao analisar as imagens, a polícia constatou que Erika chegou ao local em um carro de aplicativo. O motorista será chamado para depor. Ele a deixa no estacionamento do shopping, que pega a cadeira de rodas e, depois, aparece empurrando-a com o idoso sentado.

A autópsia ainda não teve resultado conclusivo, mas os peritos já informaram ao delegado que Braga morreu deitado. Isso porque há marcas na nuca que indicam isso.

Já dentro do banco, Erika é filmada por uma funcionária. Ela aparece segurando a cabeça de Braga, que precisava desse amparo para ficar sustentada. Uma atendente chega a dizer: “Acho que ele não está bem não, olha a corzinha”.

Erika insiste e pede para que o homem assine os papéis. “Tio, tá ouvindo? O senhor precisa assinar. Se o senhor não assinar, não tem como. Eu não posso assinar pelo senhor, o que eu posso fazer eu faço. Assina aqui, igual ao documento. Assina para não me dar mais dor de cabeça”, diz Erika no vídeo.

A sobrinha foi levada na manhã desta quarta (17) para fazer exame de corpo de delito e seguirá para o presídio, onde passará por audiência de custódia. Segundo sua advogada, Braga estava vivo quando chegou ao banco.
Em nota, o Itaú Unibanco, onde o fato aconteceu, informou “que acionou o Samu assim que identificou a situação e colabora ativamente com as autoridades para o esclarecimento do caso”.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Novos vídeos mostram idoso chegando a shopping e banco em cadeira de rodas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.