Um possível erro no trânsito ocorrido no começo da noite de quarta-feira terminou em confusão, destruição de um carro e agressão a uma mulher, no bairro Tarumã, em Curitiba. (Assista ao vídeo acima)

Em entrevista à Banda B, a motorista de um Ford Fiesta azul, uma estudante de Direito de 25 anos, entrou na Avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, ao lado do Colégio Estadual Paulo Leminski, pela contramão, segundo ela, sem querer. Assim que percebeu que entrou errado na rua, tentou fazer a volta. Nesse momento, ela alega que foi trancada por outro veículo, um VW Virtus, e um dos três passageiros chegou a sair do carro, ir até a motorista, bater nela e danificar o veículo.

A motorista, que pediu para não ser identificada, contou à Banda B como tudo aconteceu. “Entrei na contramão errado e o cara que estava atrás não me deixou voltar. Era uma mulher dirigindo, uma senhora e um rapaz no banco de trás. Daí o rapaz falou: ‘Sai daqui sua cadela, volta para trás’. Quando comecei a dar a ré para fazer o retorno, ele começou a chutar meu carro. Ele queria ir embora e eu falei que não, que ia chamar a polícia para eles pagarem meu carro”, descreveu.

Imagens gravadas por moradores da região mostram o exato momento das agressões. Após isso, a motorista alegou que foi atrás do carro, onde diz ter sido novamente agredida. “Fui atrás e bati na traseira deles, daí me agrediram, com socos pela janela. Aí ele parou e a mulher começou a me bater. Moradores chamaram a PM e eles foram embora. Agora vou atrás dos meus direitos”, destacou.

A motorista do Fiesta permaneceu no local e fez Boletim de Ocorrência. Ela afirmou que vai tomar as medidas judiciais cabíveis para encontrar os responsáveis e cobrar pelos danos realizados e a situação vexatória a que ela foi exposta.

Outro lado

O espaço para os outros envolvidos na confusão está aberto para darem a sua versão