Foto: Agência Câmara

 

Lista divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) aponta seis paranaenses entre os 100 mais influentes do Congresso Nacional. Os ‘cabeças’, segundo o Diap, são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas qualidades e habilidades. A lista foi divulgada no início de setembro.

Os três senadores do Paraná – Álvaro Dias (Podemos), Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) – são apontados como diferenciados pela mesma habilidade, a de debatedores. Os deputados federais Alex Canziani (PTB) e Rubens Bueno (PPS) são colocados por articuladores. Já Luiz Carlos Hauly (PSDB) aparece na lista como formulador.

O Paraná é o sexto estado com maior número de ‘cabeças’, ficando atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul.

Entre os atributos colocados pelo Diap que caracterizam um protagonista do processo legislativo, estão a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

A pesquisa inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, correspondente ao período de fevereiro a julho de 2017. Assim, quem esteve ou está licenciado do mandato, mesmo influente, não faz parte da publicação.