O Paraná Clube conheceu oficialmente neste final de semana os seus adversários na luta por duas vagas na primeira divisão do Campeonato Paranaense de 2025. Com uma rodada de antecedência para o final da primeira fase da Segundona, o Tricolor, líder da competição, ganhou a companhia de Rio Branco (vice-líder, que empatou com o Nacional), Patriotas e Paranavaí (que se enfrentaram com vitória do Patriotas por 3×0). Eles não podem mais ser alcançados, e agora terão a última rodada para definir posições e confrontos.

Os quatro times fazem campanhas muito parecidas. Paraná Clube, Rio Branco, Patriotas e Paranavaí têm cinco vitórias cada. Mas Tricolor e Leão da Estradinha empataram duas vezes, o que os deixa com 17 pontos. A liderança paranista é pelo saldo de gols, turbinado após a vitória sobre o Grêmio Maringá por 6×2. Da mesma forma, Patriotas e Vermelhinho empataram um jogo, por isso têm 16 pontos. Neste caso a vantagem é do time da região metropolitana, também por saldo.

Essa proximidade toda deixa totalmente aberta a classificação final da primeira fase. O jogo mais importante é o confronto direto entre Paranavaí e Paraná Clube, domingo (30), às 11h – horário em que acontecem os cinco jogos. O Tricolor depende de si para garantir pelo menos a chance de decidir a semifinal em casa. Uma vitória simples dá no mínimo o segundo lugar, mas garante a primeira posição caso o Rio Branco não vença o Apucarana por uma diferença de quatro gols.

Cenários para o Paraná Clube

Qualquer combinação de semifinal é possível entre os quatro times. Se empatar ou mesmo perder, o Paraná Clube pode ainda terminar em segundo, terceiro ou quarto colocado, enfrentando Rio Branco, Patriotas ou Paranavaí. Vai depender aí da combinação de resultados. E mesmo que todos já estejam classificados, a luta pela possibilidade de decidir em casa vai botar fogo na última rodada – Além de ACP x Tricolor, o Patriotas recebe o Nacional e, como dito acima, o Rio Branco encara o Apucarana.

Seja no jogo de ida (que deverá acontecer no dia 30) ou na volta (que será no dia 6 de julho), o Paraná Clube não deverá jogar seu mando na Vila Capanema. O plano é levar a partida para um estádio de capacidade maior. E entre o Couto Pereira e a Ligga Arena, a comissão técnica optou pelo Alto da Glória, por conta do gramado natural.

Cristiano, meia do Paraná Clube.
Cristiano é a esperança do Paraná no acesso. Foto: Eduardo Huszcz/PR

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Paraná Clube: os possíveis confrontos da semifinal

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.