Após conseguir a aprovação do novo plano de recuperação judicial, o Paraná Clube sonha com os próximos passos. Como hoje não há receita para movimentar o clube, a transformação em SAF é o caminho mais discutido internamente. E para chegar lá, o Tricolor conta com um grupo de empresários e políticos que tentam desatar nós jurídicos para mudar o cenário patrimonial do clube.

O vereador Rodrigo Reis (União Brasil) é um dos integrantes deste grupo, e afirma que o primeiro ponto, e mais decisivo, é a possibilidade do patrimônio do Paraná Clube ser alienado. “Alguns dos imóveis tem o que se chama de impenhorabilidade, eles não podem ser vendidos. Já outros nós estamos estudando meios para na Justiça termos a autorização de venda, para salvar o Paraná”, afirmou Reis, em entrevista à Banda B.

Segundo o vereador, já há interessados na SAF do Paraná Clube, mas para isso é preciso ter esses imóveis disponíveis para servirem de garantia. “Temos já empresas que querem fazer a SAF. Eles querem fazer o investimento. Não precisa ter todos os imóveis, mas se pudermos deixar alguns, temos a possibilidade de constituir a empresa”, comentou Rodrigo Reis.

Quem pode comprar o Paraná Clube?

Perguntado sobre quais seriam os imóveis colocados à disposição dos interessados, Rodrigo Reis preferiu não dizer. “Se eu falar, pode prejudicar o Paraná Clube. Mas posso garantir que fizemos o levantamento jurídico de todo o patrimônio, e parte dele pode sim ser utilizado”, afirmou o vereador de Curitiba. “Fazemos parte de um grupo que quer ajudar o Paraná. São vereadores e advogados que não fazem parte da diretoria, mas que querem tirar o clube da situação em que se encontra“, completou.

Rodrigo Reis também não declinou os nomes dos interessados, mas deu pistas. “Temos uma igreja, uma distribuidora de alimentos e uma loja de varejo que querem fazer parceria com o Paraná Clube“, admitiu o vereador. “Com os imóveis, a gente pode fazer a SAF e eles ficam de garantia para quem investir. As empresas poderiam colocar até R$ 100 milhões no clube. Eles têm interesse no clube e no patrimônio“, finalizou.

Sede do Paraná Clube na Kennedy.
A sede da Kennedy seria um dos patrimônios do Paraná Clube a serem colocados como garantia para a SAF. Foto: Divulgação/PR

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Igreja quer comprar SAF do Paraná Clube, diz vereador

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.