Pachequinho. (Divulgação/Coritiba)

Pachequinho ainda segue como interino no Coritiba até o jogo com Atlético Mineiro no próximo sábado (26). O treinador deverá aguardar as eleições para que seja tomada uma decisão definitiva sobre sua efetivação ou a contratação de um novo técnico para o cargo frente ao clube Alviverde.

Tendo em mente que esta pode ser sua última semana como interino, e que depois voltará a comissão permanente do Coritiba, Pachequinho diz que “como foi essa semana que passou, continuar o trabalho, temos esse jogo contra o Atlético, é deixar para trás esse jogo com o Botafogo. Pensar no Galo, trabalhar essa semana e tentar lá em Belo Horizonte, buscar um resultado. Mais do que nunca buscar resultados e pontuar. Dessa forma eu vou tentar trabalhar essa semana e a questão de eleições eu deixo que isso se resolva dentro do clube”, afirmou o treinador em coletiva após a derrota para o Botafogo no Couto Pereira.

“A minha parte como interino eu tenho que fazer com que esses jogadores assimilem esse jogo [do Botafogo] e já focar a partir de segunda feira no Atlético e buscar o resultado lá. Eu sei que nós nos encontramos em uma situação difícil na competição e agora não dá para abandonar, largar e jogar a toalha. Temos que erguer a cabeça e saber que esse jogo nós poderíamos ter conseguido um outro resultado, infelizmente não veio. Temos que criar de novo, com muita conversa e cobrança, para que no próximo jogo a gente não tenha os mesmos erros”, explicou.

Próximo adversário do Coritiba é o Atlético Mineiro, vice líder da Série A, buscando a primeira colocação. O jogo acontece no sábado (26), às 17 horas, no Mineirão em Belo Horizonte, em jogo válido pela 27ª rodada da competição. Com 21 pontos, o Coritiba é o penúltimo colocado e vive uma situação cada vez mais crítica na competição, podendo ser ultrapassado até o fim desta 26ª rodada pelo Goiás.