Mais do que aproveitar o período sem jogos para aprimorar a parte física e técnica dos jogadores, o Coritiba também espera trabalhar o psicológico da equipe para a sequência da temporada. Em muitos momentos, principalmente em jogos decisivos, boa parte da reclamação da torcida foi com uma falta de ambição.

Contra o Maringá, por exemplo, no empate em 0x0 no Couto Pereira, que culminou na eliminação do Campeonato Paranaense, em muitas jogadas o Coxa, precisando de dois gols para seguir vivo na competição, ao invés de um drible, de um lance mais trabalhado, se prendeu a passes curtos, sem se arriscar muito, com medo de cometer algum erro.

Uma atitude que o executivo de futebol do Alviverde, William Thomas admitiu que está acontecendo, mas que é reflexo dos resultados em campo. E que para isso, só há um jeito para o elenco recuperar a moral.

“Muitos falam que a equipe não teve confiança. Ninguém pode comprar confiança, ela é conquistada diariamente e aí é responsabilidade nossa fazer o atleta chegar ao ápice dessa confiança e aí assumir riscos. Ele precisa ter rede de proteção para arriscar e errar. Estamos trabalhando para construir esse ambiente. Esse incentivo de qualificar o dia a dia, mas também de mostrar o processo de humanização no futebol”, apontou ele.

Insatisfação no Coritiba

Outro ponto ressaltado pelo dirigente é que ninguém no clube está satisfeito com o desempenho do time, especialmente com as eliminações precoces na Copa do Brasil e no Campeonato Paranaense. Mas, ele negou um comodismo no trabalho e que as cobranças estão sendo feitas.

Quando o resultado não vem e nos deixa fora dos objetivos traçados, é óbvio que alguma coisa deu errado. Não tenho que ficar dando justificativas, mas não há satisfação ou comodidade, seja da direção, comissão técnica e dos jogadores. Ninguém está satisfeito e todos querem melhorar”, destacou.

William Thomas, executivo de futebol do Coritiba
William Thomas sabe que confiança do elenco só será retomada com os resultados positivos. Foto: Gabriel Thá/Coritiba

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Executivo do Coritiba admite insatisfação, mas alerta: “ninguém compra confiança”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.