Só aconteceram dois dos dez jogos do Coritiba na Arena Joinville, mas a diretoria já está planejando um prejuízo de cerca de R$ 2,5 milhões com essa temporada em Santa Catarina. Essa conta foi baseada na média de público das duas partidas. Como o clube fará seis jogos na terça-feira, um na sexta-feira outro no sábado, a expectativa é de baixa presença da torcida em Joinville.

“Pelo público, eu acredito que nós deveremos atingir a marca de R$ 2,5 milhões de prejuízo. Deslocamento, bilheteria, falta de receita de público, perda de associado que acaba não contribuindo por que não pode assistir aos jogos. Numa terça-feira (o torcedor) não vem mesmo, é difícil. A gente até entende e, mesmo que queira, ele não tem condições de vir”, disse o vice-presidente do clube, Vilson Ribeiro de Andrade.

Para tentar diminuir esse prejuízo, a diretoria está atrás de parceriase patrocínios queajudem a bancaros custos dos jogos em Joinville. “Estamos atrás de alternativas financeiras e tirando água de pedra. Por isso, espero que o nosso associado continue nos prestigiando e nos ajudando, pois é um momento muito difícil e o Coritiba precisa do seu torcedor”, finalizou Vilson.