O Coritiba venceu o Fluminense por 2×0, na noite desta segunda-feira (24), no Couto Pereira, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Alviverde fez um grande primeiro tempo e aproveitou bem os contra-ataques para construir a sua principal vitória no campeonato – e a terceira da equipe nos últimos quatro jogos. Robson, de pênalti, e Diogo Oliveira, estreante da noite, marcaram os gols da partida.

Bem organizado em campo, o Coritiba permitiu poucas chances claras de gol ao Fluminense e explorou bem as transições ofensivas. O Alviverde permaneceu na 18ª colocação, mas chegou aos 14 pontos, ficando apenas a um do Goiás, primeiro time fora do Z-4. O Tricolor, por sua vez, permaneceu na sétima posição, com 25 tentos. O Coxa volta a campo diante do Botafogo, líder da Série A, neste domingo (30), às 16h, no Nilton Santos.

Coritiba é letal no contra-ataque e abre 2×0

Como é de praxe sob o comando de Fernando Diniz, o Fluminense procurou valorizar a posse de bola e acuar o Coritiba. O Alviverde, por sua vez, apostou nas transições rápidas, explorando a velocidade de seus homens de frente contras as linhas altas dos cariocas. Neste choque de estratégias, o Coxa foi quem se deu bem primeiro. Após bom contra-ataque, Robson, de cara para o gol, recebeu o pênalti de Felipe Melo. Ele mesmo cobrou e não perdoou: 1×0 no Couto Pereira.

O gol inflamou o Coritiba, que aplicou o próximo golpe logo em seguida. E foi com o estreante. Depois de grande lance de Matheus Bianqui, com direito a caneta no marcador, Diogo Oliveira apareceu para completar para as redes e explodir ainda mais o torcedor coxa-branca. O Fluminense sentiu o baque e mostrou pouca objetividade para agredir o Alviverde, que encaixou forte marcação. Do outro lado, o contra-ataque se oferecia ainda mais ao Coxa, e Marcelino Moreno quase fez o terceiro. Primeiro tempo dos sonhos para os donos da casa.

Coxa segura pressão dos visitantes e garante vitória

Se era esperado que o Coritiba apenas administrasse o placar na etapa final, a equipe paranaense surpreendeu e começou com muita pressão em cima dos visitantes. O Coxa conseguia ficar mais com a bola em relação ao primeiro tempo e dificultava qualquer reação do Fluminense. Em uma rara jogada bem construída pelo Tricolor, Arias recebeu de Ganso e parou em bela defesa de Gabriel.

O Coritiba seguiu com grandes espaços em contra-golpes e com boas oportunidades de marcar o terceiro. Rodrigo Pinho saiu cara a cara com Fábio após ótimo passe de Bianqui, mas Fábio salvou os visitantes. O Fluminense povoou ainda mais o campo de ataque e tentou o tudo ou nada. Entretanto, em noite pouco inspirada, o Tricolor não encontrou soluções, enquanto Gabriel assegurou o triunfo coxa-branca com defesas seguras. Fim de jogo: 2×0, e muita festa no Couto Pereira.

Ficha técnica

CAMPEONATO BRASILEIRO
1º Turno – 16ª Rodada

CORITIBA 2×0 FLUMINENSE

Coritiba
Gabriel; Natanael, Kuscevic, Henrique e Jamerson; Bruno Gomes, Matheus Bianqui (Fransérgio) e Andrey (Victor Luis); Marcelino Moreno (Diogo Batista), Diogo Oliveira (Rodrigo Pinho) e Robson (Kaio César).
Técnico: Thiago Kosloski (interino)

Fluminense
Fábio, Samuel Xavier, Nino, Felipe Melo (Fernández) e Diogo Barbosa (Danielzinho); André, Lima e Ganso (John Kennedy); Arias (Yony Gonzalez), Keno (Isaac) e Lelê.
Técnico: Fernando Diniz

Local: Couto Pereira
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Gols: Robson aos 24′ do 1°T, Diogo Oliveira aos 28′ do 1°T
Cartões amarelos: Robson, Bruno Viana (CFC); André (FLU)
Renda: R$ 855.960
Público total: 32.872 torcedores

Robson abriu o placar para o Coritiba no Couto Pereira.
Robson marcou o seu sétimo gol no Brasileirão. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba vence o Fluminense e dá sequência à reação no Brasileiro

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.