O CEO do Athletico, Alexandre Mattos, se envolveu em uma pequena polêmica nos últimos dias nas redes sociais. Em uma live de um influencer do Vasco, o Zé Colmeia, o dirigente comentou que tentaria ajudar o time carioca na luta contra o rebaixamento.

Na postagem no Instagram, Mattos comentou no vídeo dizendo “Vou tentar ajudar ganhando do Santos”. No último domingo (3), o Furacão fez a sua parte e derrotou o Peixe por 3×0, mantendo a equipe paulista com chances de cair para a Série B, junto com o Bahia e o próprio Vasco.

Nesta reta final de Brasileirão, sempre surgem as polêmicas mala branca e mala preta. Quem se viu em meio a esta confusão foi o atacante Renato Marques, do América-MG. O jogador marcou dois gols na vitória do Coelho por 3×2 sobre o Bahia e depois, publicamente, “cobrou” o humorista Dihh Lopes, que prometeu pagar R$ 50 mil para o jogador do time mineiro que marcasse gols na partida.

Logo depois, Renato Marques comentou no perfil do humorista com um “Faz o pix, irmão”. A mensagem não pegou bem e o América-MG começou a apurar o caso. O atleta viu a polêmica aumentar quando surgiu um comprovante, que seria falso, do pagamento feito a ele. Outros atletas do Coelho também refutaram pagamentos de torcedores para vencerem nesta reta final.

Athletico, Vasco e Santos se envolveram em polêmica no passado

Em 2004, os três clubes se viram envolvidos em uma situação de decisão no Brasileirão, mas valendo o título. Há 19 anos, Athletico e Santos brigavam ponto a ponto pela taça daquela temporada e nas duas últimas rodadas enfrentavam o Vasco, que lutava contra o rebaixamento.

Os atritos entre os presidentes do Furacão, Mario Celso Petraglia, e do Cruzmaltino, Eurico Miranda, eram de longa data. Na penúltima rodada, os dois times se enfrentaram em São Januário e os donos da casa criaram um verdadeiro ambiente hostil, com o vestiário do Rubro-Negro recém-pintado e portas trancadas. Os atletas não puderam fazer o aquecimento no gramado e sofreram com o calor e o forte cheiro.

Em campo, o Vasco venceu por 1×0 e, com o resultado, escapou do rebaixamento, enquanto o Peixe assumiu a liderança ao bater o São Caetano por 3×0. Na última rodada, o time carioca não fez nenhum esforço contra o Santos e com cinco minutos já perdia por 1×0. O placar final foi de 2×1 para os paulistas, que foram campeões na ocasião.

Alexandre Mattos, CEO do Athletico
Mattos se viu em uma pequena polêmica ao comentar uma live de influencer. Foto: José Tramontin/Athletico

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Prometeu e cumpriu! Dirigente do Athletico falou que ia ajudar o Vasco contra o Santos

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.