No primeiro treinamento coletivo desta semana, no CT do Caju, o técnico Paulo César Carpegiani escalou o Atlético no 4-3-3, uma formação bastante ofensiva, com Wagner Diniz e Paulinho nas laterais, apenas Manoel e Rhodolfo na zaga, com um único volante (Olberdam), Branquinho ao lado de Paulo Baier, e três atacantes: Guerrón, Bruno Mineiro e Maikon Leite.

O Furacão ainda tem muitos treinos pela frente até o jogo de domingo, contra o Flamengo, na Arena da Baixada, mas a tendência é que Carpegiani modifique pouco a formação testada hoje. Precisando mais do que nunca uma vitória para sair da zona do rebaixamento e jogando em casa, o treinador rubro-negro deve manter a equipe com três atacantes.

O time que treinou hoje era formado por Neto; Wagner Diniz, Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Olberdam (Chico), Paulo Baier e Branquinho; Guerrón, Bruno Mineiro e Maikon Leite. Carpegiani ainda pode escalar Chico no lugar de Branquinho para dar mais consistênca defensiva à equipe.

Amanhã o elenco atleticano volta a treinar em dois períodos, como aconteceu hoje. O atacante Alex Mineiro foi liberado hoje pelo departamento médico e começou a realizar fisioterapia, mas seu futuro no Furacão ainda é incerto e depende de uma reunião entre ele, seu procurador e dirigentes do clube. O lateral esquerdo Márcio Azevedo segue se tratando de um edema no joelho, sem previsão de voltar a jogar.

Julgamento

O Grêmio Prudente, atual 16º colocado do Brasileirão com 15 pontos, será julgado nesta quinta-feira pelo STJD por ter escalado irregularmente o zagueiro Paulão na vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, ainda no início do campeonato. Se for punido, o clube perderá os três pontos ganhos na partida e despencará para a 19ª posição, tirando o Furacão da zona do rebaixamento.