Os últimos dias foram bastante agitados no Athletico. A decisão da oposição em lançar candidatos na eleição do dia 8 de dezembro movimentou os bastidores do clube. E fez o presidente Mário Celso Petraglia marcar uma entrevista coletiva para as 17h desta segunda-feira (27), sem tema definido. Será a primeira aparição pública do dirigente desde o afastamento por problemas de saúde. E a primeira coletiva em exatamente um ano e cinco meses.

A última vez que Petraglia respondeu as perguntas dos jornalistas foi em 27 de junho de 2022, quando da apresentação de Fernandinho. De lá para cá, apenas uma longa entrevista à Rede Furacão, streaming do Athletico, e mensagens de WhatsApp quando ele queria dizer algo. O jornalista Filipe Andretta, que lançou o podcast “Senhor da Razão?”, uma biografia do presidente, fez várias tentativas, mas na maior parte delas ficou sem resposta.

A volta de Mário Celso Petraglia aos holofotes foi marcada um dia depois do manifesto do grupo Atlético de Novo (sem o H mesmo), a principal corrente de oposição. Após tentativas de composição, a decisão acabou realmente sendo de lançar uma chapa para a eleição de dezembro. Os nomes serão anunciados nesta terça (28), data final de inscrição de candidatos. “No melhor momento do clube, que não temos mais a pendência do tripartite, surgem novamente os aventureiros para tomar conta do nosso Furacão“, disse o presidente em mensagem à RPC.

Novidades no Athletico?

Observadores do Athletico, experientes dentro da política interna do clube, dizem que Mário Celso Petraglia pode falar de tudo na entrevista desta segunda, inclusive nada. Há a expectativa de anúncios sobre a quitação da dívida da Arena da Baixada, sobre a implantação definitiva da SAF, o anúncio do novo CEO ou um aumento substancial nos investimentos no futebol. Mas, ao mesmo tempo, há quem ache que será um encontro apenas para desancar a oposição e reaglutinar forças, buscando criticar inimigos em comum, como o Grupo Globo.

As tentativas de composição acabaram frustradas – e Petraglia queimou possíveis pontes com as declarações da sexta (24). A ideia era incluir pelo menos um novo integrante no Conselho de Administração. O nome de consenso poderia ser o do empresário e ex-deputado Renato Adur, que participou das conversas para a composição definitiva da dívida da Baixada. Mas a falta de abertura com a diretoria do Athletico fez com que essa possibilidade se reduzisse muito. De qualquer forma, esta segunda é de expectativa em saber o que o presidente do Furacão vai falar.

Mário Celso Petraglia, presidente do Athletico.
O que será que Petraglia vai falar? Foto: Divulgação/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Eleição agita Athletico e leva Mário Celso Petraglia a convocar entrevista

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.