O assunto principal do Tribuna Esportiva de hoje foi a vitória do Coritiba por 1 x 0 sobre o Paraná. Leandro Requena ficou satisfeito com a atuação da equipe e achou o resultado excelente para o decorrer do campeonato. “O Coritiba pegou logo de cara um adversário direto pro título e já eliminamos o Paraná da briga pela taça, pois abrimos 5 pontos de diferença. Conseguimos também manter a liderança da competição. É muito importante estrear bem, ainda mais contra um adversário direto”, explicou o torcedor alviverde.

Apesar da boa atuação do time, Leandro criticou a arbitragem, que exagerou no número de cartões amarelos, e alguns atletas da equipe. “O Andrade não acertava um cruzamento sequer, ia na linha de fundo e cruzava rasteiro, no primeiro pau, impressionante”. Além disso, para ele, o gol que Pereira marcou foi mal anulado, pois não houve falta no lance.

Sérgio Bello saiu decepcionado do Couto Pereira. Não gostou da atuação do Paraná e focou suas críticas no técnico Marcelo Oliveira, apontando alguns erros e incoerências na escalação e nas substituições que o treinador realizou. “O Davis fez sua primeira partida no profissional contra o Toledo e já fez um gol logo de cara. Ele tava como opção no banco e o Marcelo colocou o Welligton Silva, que sempre entra mal. O Everton e o Vinícius são os meias que vinham jogando e os dois foram reservas. Na hora de mexer no meio, o Marcelo pôs o Elvis, que quando entra não faz nada de produtivo. O time tava com pegada, não fugindo das disputas, aí entrou o Alessandro Lopes, todo mole em campo, e foi por falha dele que o Ariel fez o gol”, analisou o paranista.

Sérgio acha que agora fica muito difícil pro Paraná ser campeão estadual, portanto, o foco da equipe deveria se desviar para a Copa do Brasil, em que o Tricolor joga na próxima quarta-feira (31) contra o Sport, em Recife. “Eu acho que podiam poupar alguns jogadores contra o Paranavaí domingo, pra entrar em campo contra o Sport com tudo”, disse.

Tirando o foco do clássico Paratiba, Binho fez comentários sobre o aniversário de 86 anos do Atlético, comemorados nessa sexta-feira. Ele desejou parabéns a toda nação rubro-negra, único clube do estado na primeira divisão do brasileirão. Fato que, segundo Binho, é uma honra e também uma grande responsabilidade.

Binho destacou as diversas homenagens que o Furacão recebeu em todo o país. “O Clube dos 13, a imprensa nacional inteira, todo mundo homenageando o Atlético, porque quando falam do estado do Paraná, logo associam ao Atlético”. O torcedor deixou um recado para a torcida rubro-negra, para que mantenham a paz e deixem a diretoria trabalhar pra que o clube possa ter um bom time, porque atualmente os torcedores estão preocupados com o desempenho do Atlético no Brasileirão.

“Fábio Koff, presidente do Clube dos 13, disse que o Atlético atingiu um estágio e um tamanho que no futuro dele só tem uma coisa: vitórias. A diretoria do Atlético tem que ter essa noção, porque o Furacão não pode mais retroceder, não pode mais parar e não pode mais se contentar em ser apenas campeão estadual. Temos que ganhar coisas grandas”, encerrou o atleticano.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Trio de Ferro debate clássico Paratiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.