O Corinthians-PR foi à Fortaleza enfrentar o Ceará pela Copa do Brasil com a vantagem de poder empatar. Isso porque, no jogo de ida, em Curitiba, o time paranaense venceu por 2 x 1. E foi justamente um empate, conseguido aos 46 minutos do segundo tempo, que deu à vaga ao Timãozinho.

Jogando em casa com o apoio da torcida, logo que o jogo começou, o Ceará foi pra cima do Timãozinho. O Vovó dominava todas as ações do jogo, porém encontrava dificuldades em criar chances perigosas de gol. O Corinthians só se defendia e durante toda a etapa incial teve apenas três oportunidades de marcar gol. O Ceará pressionava e abusava das bolas áreas, o que facilitava o trabalho da zaga do time visitante.

Erick Flores foi o grande nome da equipe cearense no primeiro tempo. Passaram por ele as principais jogadas de ataque do time. Aos 42 minutos, ele quase abriu o placar. A etapa inicial foi toda do Vovó. A torcida gostava. Mas faltava o gol. O empate sem gols classificava o Timãozinho que, embora jogasse recuado, administrava a vantagem do empate.

PC Gusmão mexeu no time durante o intervalo e a equipe voltou ainda mais ofensiva para a etapa final. Mal começou o segundo tempo e o Ceará já partiu pra cima com perigo. As sucessivas bolas na área assustavam o goleiro Colombo. O Vovó tentava a todo custo marcar um gol. Aos 5 minutos, a sorte sorriu a favor do time da casa. Misael entrou na áre e foi derrubado por Élton. Pênalti para o time cearense. Geraldo bateu, com paradinha e tudo, e abriu o placar.

Após o gol a partida ficou mais equilibrada. O Timãozinho, precisando empatar, saiu para o jogo, chegando mais ao ataque pela primeira vez na partida. O time paranaense crescia cada vez mais e passou a buscar o gol a todo instante.

Mas a partir dos 35 minutos, o Corinthians cansou e deu espaço para o Ceará pressionar novamente. Parecia que o empate não viria. Até que, aos 46 minutos da etapa final, Bruno Batata recebeu cruzamento do lado esquerdo do ataque de Andrézinho. O zagueiro escorregou e o atacante cabeceou sozinho para o gol de Diego. Gol de empate e da classificação do Corinthians-PR.

O Timãozinho enfrenta o Vasco nas oitavas-de-final, que passou pelo ASA-AL. Pelo Campeonato Paranaense, o Corinthians-PR volta a campo no próximo domingo, quando vai a Ponta Grossa enfrentar o Operário.

FICHA TÉCNICA

Ceará
Diego; Arlindo Maracanã (Luisinho), Fabrício, Anderson e Ernandes; Michel, João Marcos, Heleno e Geraldo; Erick Flores (Dinei) e Preto (Misael)
Técnico: PC Gusmão

Corinthians
Colombo, Neto, Leandro, Élton; Thiago Araújo, Ronaldo, Cícero, Willian e Rodrigo Crasso (Oliveira); Cristiano (Andrézinho) e Bruno Batata.
Técnico: Lio Evaristo

Data: 31/03/2010
Local: Castelão – Fortaleza (CE)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA)
Cartões amarelos: Willian, Élton, Neto (COR) Michel, Luizinho, Anderson (CEA)
Cartões vermelho: –
Gol: Geraldo 7’/2ºT (1-0), Bruno Batata 46’/2ºT (1-1)

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Corinthians-PR empata no sufoco e se classifica na Copa do Brasil

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.