Após 17 anos de espera, a Linha Verde está liberada para o trânsito, do Pinheirinho ao Atuba, em Curitiba. A entrega foi feita pelo prefeito Rafael Greca, no fim da manhã deste domingo (9). Durante a cerimônia, Greca comemorou muito e cutucou adversários políticos pela demora.

image-22
Foto: Cristiano Vaz – Banda B

“Os 17 anos se referem a outros prefeitos e tivemos alguns anos de omissão, mas estou aqui para dizer que se ficou difícil para vocês, deixa que eu faço e está feito. Nós agora só podemos rir daqueles que nos são invejosos. Ao final, fizemos aquilo que antes parecia impossível, mas não existe impossível para quem tem vontade de fazer e muito menos existe impossível para quem ama”, disse.

O trecho liberado contempla a nova trincheira do Atuba e a liberação do trânsito no eixo principal de quase 3 km, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, entre os bairros Bacacheri e Atuba.

Greca citou ainda que a obra é “colossal” e paga principalmente com recursos do fundo municipal.

image-23
Liberação foi feita em cerimônia comandada pelo prefeito Rafael Greca (Foto: Cristiano Vaz – Banda B)

“Foi uma obra que foi feita com a rua aberta, se às vezes dava congestionamento era por conta dos bloqueios que eram necessários. Qualquer pessoa com dois neurônios consegue perceber que a obra é boa”, comentou.

Obra metropolitana

De acordo com o vice-prefeito Eduardo Pimentel, a obra é uma importante ligação metropolitana para a cidade.

“É uma obra que ajuda não só Curitiba, como os municípios metropolitanos da região norte. Ela é entregue com 12 pistas no total, para facilitar o trânsito. É uma obra importante, que fizemos o compromisso e que agora está entregue”, destacou.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Greca cutuca adversários e comemora liberação da Linha Verde: “Não existe impossível para quem tem vontade de fazer”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.