A poucas horas da liberação total, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, mostrou detalhes de como a Linha Verde será entregue. A cerimônia está prevista para começar às 11 horas no antigo Trevo do Atuba. A entrega põe fim a uma espera de 17 anos na via que liga os bairros Atuba ao Pinheirinho.

linha-verde
Reprodução

“Este 9 de junho fica marcado na história de Curitiba. Para desespero dos invejosos, conseguimos fazer o que nenhuma outra administração municipal foi capaz: dar andamento às obras da Linha Verde e desfazer o maior nó viário da cidade”, disse nas redes sociais.

Segundo Greca, que estava em Buenos Aires, na Argentina, ele foi do aeroporto Afonso Pena direto ao trecho norte da via.

O trecho liberado neste domingo contempla a nova trincheira do Atuba e a liberação do trânsito no eixo principal de quase 3 km, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, entre os bairros Bacacheri e Atuba.

“Vamos liberar 12 faixas para veículos do trecho final da Linha Verde Norte (Lote 4.1) – nos dois sentidos – assim como a nova trincheira e os 3 viadutos construídos na região do antigo trevo do Atuba. O Senhor nos fortaleceu e fomos maiores do que as dificuldades. Ao longo de 17 anos, muitos prometeram e nunca cumpriram, mas nós fomos capazes! Viva Curitiba!”, destacou Greca.

Na noite de sábado, o trecho passou por um trabalho de lavagem, com os últimos preparativos para a cerimônia de entrega.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

A poucas horas da liberação, Greca mostra detalhes da Linha Verde: “Muitos prometeram e nunca cumpriram”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.