Um trabalhador passou por apuros enquanto realizava um serviço no 6º andar de um prédio localizado na rua Alferes Ângelo Sampaio, bairro Bigorrilho, em Curitiba, ao longo da tarde desta quarta-feira (27). Ele denunciou à Polícia Militar (PM) a ação de um morador, que teria ameaçado cortar a corda que sustentava a cadeira do homem.

condomínio Bigorrilho Curitiba
Trabalhador passa por apuros e denuncia morador após ameaça de ter corda cortada do 6º andar em Curitiba. Foto: Cristiano Vaz/Banda B

Diego de Oliveira, dono da empresa que prestava o serviço no condomínio localizado no bairro Bigorrilho, comentou à Banda B que, ao saber da situação, “saiu correndo” da região onde estava, nas imediações da Linha Verde, até a Alferes Ângelo Sampaio.

Estava prestando um serviço na Linha Verde e tive que sair correndo para socorrer meu funcionário. Ele desceu assustado e disse que o morador estava tentando cortar a corda dele.

Diego de Oliveira, empresário.

Segundo Oliveira, o morador afirmou que não estava avisado sobre a realização do serviço, mas também que o trabalhador passaria por sua sacada. Ainda, o colaborador teria mencionado que sua presença na sacada era por conta da realização do serviço, mas o suspeito, supostamente, não aceitou a alegação.

O colaborador também não estaria usando uniformes, embora o empresário tenha citado uma justificativa.

Não fomos avisados sobre os uniformes, nós tínhamos autorização. Ele não deveria nos cobrar. Essa é a alegação dele. O morador tentou cortar a corda, puxando-a para cima. Como o menino estava na floreira, ele puxava para cima e a batia. O morador não cortou porque havia outro rapaz, que estava tentando amenizar a situação.

Diego de Oliveira, empresário.

O suspeito ainda teria dito ao colaborador que seria policial rodoviário federal e, se fosse preciso, efetuaria disparos.

Essa profissão tem muito perigo. Tivemos um caso de um amigo nosso, recentemente, em que a corda foi cortada. Em menos de uma semana, mais um caso. É complicado. A gente é trabalhador, o menino tem sua família e suas responsabilidades. Não estamos matando, nem roubando.

Diego de Oliveira, empresário.

O trabalhador estaria removendo floreiras das sacadas por conta de vazamentos. A PM permanece no local apurando detalhes deste caso.

Caso semelhante aconteceu recentemente

Um morador de 41 anos foi preso suspeito de cortar a corda de um trabalhador que fazia a limpeza da fachada de um prédio no bairro Água Verde, em Curitiba. Conforme o Ministério Público do Paraná (MPPR), que ofereceu denúncia contra o suspeito, o caso aconteceu no último dia 14 de março.

Segundo o MPPR, o investigado mora no 27° andar e cortou a corda que sustentava o trabalhador. A vítima só não teria despencado do sexto andar graças ao funcionamento de um dispositivo de segurança, que impediu a queda na avenida Silva Jardim.

Clique aqui e relembre o caso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

De novo? Trabalhador denuncia morador após ameaça de ter corda cortada do 6º andar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.