Com lotação acima de 90% nos leitos de UTI no Sistema Único de Saúde (SUS), o prefeito Rafael Greca defendeu os radares instalados em Curitiba. Em entrevista concedida ao Banda B Notícias, nesta quarta-feira (27), ele afirmou que o sistema de saúde da cidade voltou a ser pressionado pelo alto número de acidentes de trânsito.

image-22-11
Nesta quarta-feira, um motociclista morreu após se envolver em um acidente no bairro Água Verde, em Curitiba (Foto: Banda B)

“Se eu pudesse e o setor de bares concordasse, até diminuiria o horário de funcionamento dos estabelecimentos. Teve tanta gente que se desastrou por excesso de velocidade no último fim de semana, que os leitos de trauma estão tomando conta dos hospitais. Ontem, a secretária de saúde veio me pedir para fechar uma UPA e fazer leitos de retaguarda, para atender os prontos-socorros, que estão acima de 90% de ocupação nas UTIs”, explicou.

De sexta-feira (22) a domingo (24), o Corpo de Bombeiros registrou ao menos 58 acidentes de trânsito em Curitiba. Vale destacar que os hospitais Cajuru, Evangélico e Trabalhador são referência no atendimento a trauma e recebem pacientes de toda a Região Metropolitana.

Para o prefeito de Curitiba, os radares são uma forma de tentar amenizar os impactos e as mortes no trânsito.

“Toda vez que alguém bebe, corre, mata, ou que algum piá boçal de prédio se acha no direito de matar gente, nós percebemos que precisamos respeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Nós respeitamos a vida e amamos as mães curitibanas, para que elas possam acolher os meninos vivos depois da noite de balada, caminhando e felizes. Uma cidade é feita como cenário de vida e não como cenário de morte”, destacou.

Números

Em 2023, segundo números da Secretaria Municipal da Saúde, Curitiba teve 16.096 internações por causas externas, como acidentes de trânsito e violência interpessoal, o que representa uma média de 44 casos por dia.

Entrevista à Banda B

Na íntegra, abaixo, assista a entrevista concedida pelo prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e o vice-prefeito da capital do Paraná, Eduardo Pimentel, à Banda B:

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Com lotação acima de 90% nas UTIs, Greca defende radares: “Uma cidade não é feita como cenário de morte”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.