Um dos suspeitos de envolvimento na execução do soldado da Polícia Militar (PM) Gabriel Thomaz Feuerstein Fadel, de 26 anos, foi morto em uma troca de tiros com agentes da corporação nesta terça-feira (2).

Segundo a polícia, o confronto armado entre agentes da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) e o suspeito aconteceu em uma região conhecida como “Formigueiro”, que fica situada em uma área rural de Araucária, na região metropolitana de Curitiba.

“A operação visava capturar indivíduos suspeitos de envolvimento no homicídio do Sd. Fadel”, informou a Polícia Militar. Durante a operação, os policiais teriam descoberto que um dos envolvidos na morte do soldado estava no local.

soldado-gabriel-fadel-morto-campo-magro
O soldado Gabriel Thomaz Feuerstein Fadel, morto aos 26 anos – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após não obedecer a ordem de rendição, o suspeito teria atirado contra os policiais. “Ele não respeitou e efetuou disparos contra as equipes, sendo necessário revidar a injusta agressão”, acrescentou a PM.

Uma ambulância foi acionada para socorrer o homem, mas ele morreu no local, disseram os policiais.

A Rone informou ter identificado mais quatro suspeitos de envolvimento na morte de Gabriel Thomaz. Além de um homem que já foi detido pela polícia, o irmão do jovem morto em confronto em Araucária e outro parente dele também foram presos durante a operação de hoje.

“Temos dois familiares do indivíduo que sofreu a intervenção nossa aqui hoje: o irmão dele, que tem conhecimento de tudo que ocorreu na noite de domingo e pontuou exatamente quem são os suspeitos que participaram de forma ativa no homicídio do soldado Fadel, e o tio dele, que foi abordado com R$ 5 mil”, afirmou o major Alves.

A morte do PM

O soldado Gabriel Thomaz Feuerstein Fadel foi sequestrado, torturado e morto a tiros no último domingo (31). O soldado havia desaparecido dois dias antes, no dia 29.

Era por volta das 17h de domingo quando a PM foi comunicada sobre uma ocorrência envolvendo disparos de arma de fogo em Campo Magro, também na região metropolitana de Curitiba. No local, os policiais teriam encontrado um carro com marcas de sangue e o corpo de Gabriel no porta-malas.

carro-soldado-gabriel-fadel-morto-campo-magro
Foto: Banda B.

“A vítima foi encontrada dentro do porta-malas do veículo, que documentalmente estava em nome de familiares. Muitos estojos no local e manchas de sangue por várias áreas, o que indica que houve bastante movimentação, mas isso vai ser apurado com calma”, disse à Banda B o delegado responsável pelo caso, Ivan da Silva.

O corpo dele foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML), onde ele foi oficialmente identificado por meio das impressões digitais.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Suspeito de sequestrar, torturar e executar PM a tiros é morto em confronto em Araucária

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.