Da Redação Polícia Civil

Policiais da Delegacia de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, prenderam no início da tarde desta quinta-feira Jefferson Santos da Cruz, de 27 anos. Ele confessou que matou a esposa Alessandra Alves Goes, de 21 anos, assassinada com um tiro na cabeça no último domingo na zona rural da cidade. A possível arma utilizada no assassinato também foi apreendida.

Jovem se entregou e confessou o crime (Foto: Divulgação)

Um mandado de prisão preventiva contra o suspeito já havia sido deferido pela Justiça, após as sequências investigações realizadas pela Delegacia de Campina Grande do Sul, que apontavam o homem como o principal suspeito na morte de Alessandra. Ele se entregou aos policiais e permanece preso.

O crime

O crime aconteceu em uma estrada rural chamada Rio Abaixo, na divisa com o município de Colombo, quando depois de uma discussão dentro de um Fiat/Uno vermelho, o suspeito pegou uma arma de fogo e atirou contra a cabeça da vítima, que queria a separação.

Após cometer o crime, o homem desovou no corpo de Alessandra na estrada rural em que estavam e fugiu. Investigações constataram a motivação da briga. “Nós apuramos que o motivo foi porque Alessandra pediu a separação”, disse o delegado titular da Delegacia de Campina Grande do Sul, João Marcelo Renk Chagas. O casal possuí dois filhos pequenos e estava junto há quatro anos.

A suposta arma de fogo utilizada para a prática do crime também foi apreendida. “O pai do suspeito entregou a arma aos policiais militares que encaminharam até a Polícia Civil. Agora esse revólver calibre 38 será periciado”, explicou o delegado.

O homem foi preso e responderá pelo crime de feminicídio. Se condenado pode pegar uma pena de 12 a 30 anos de reclusão. Ele aguarda à disposição do Poder Judiciário.

Notícias Relacionadas: