A Polícia Federal realizou uma operação na manhã desta terça-feira (30) para investigar denúncia de estupro coletivo de uma mulher em um navio de cruzeiro. O caso teria ocorrido em 2022.

A mulher estava inconsciente quando foi estuprada. Ela teria ingerido grande quantidade de álcool e levada a uma cabine do navio por três homens com idades entre 27 e 30 anos. Lá, eles tiveram relações sexuais com ela, sem seu consentimento.

operação-pf-estupro-coletivo-rj
Operação da Polícia Federal investiga caso de estupro coletivo em navio de cruzeiro. Foto: Divulgação/Polícia Federal

Os policiais cumpriram sete mandados de busca e apreensão. Vinte e quatro agentes agiram em busca de provas que vinculem os acusados aos vestígios colhidos no dia dos fatos.

Caso condenados, os suspeitos podem pegar até 20 anos de prisão. A investigação é conduzida pela Delegacia de Polícia Federal em Angra dos Reis (RJ).

Após a reportagem pedir o nome da companhia dona do navio onde ocorreu o crime, a PF respondeu que “não divulga nomes nem informações que possam identificar empresas, ONGs e afins, assim como eventuais presos ou investigados”.

Por conta disso, a reportagem não conseguiu localizar a defesa em busca de posicionamento. O espaço segue aberto para manifestação.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

PF investiga estupro coletivo contra mulher em cruzeiro no RJ

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.