A morte de Angélica Moreira dos Santos, de 30 anos, gerou comoção entre amigos e familiares. A mulher foi assassinada a facadas pelo marido, Elias Cordeiro, na frente do filho do casal, de apenas sete anos, no fim da noite deste sábado (25), no bairro Butiatuvinha, em Curitiba.

angélica feminicidio butiatuvinha
Reprodução Redes Sociais

“Não consigo acreditar que você se foi desse jeito, comadre. Não consigo descrever a dor que eu tô sentindo na minha alma. Quanta covardia. Por maldade tiraram você da vida dos seus filhos e das pessoas que te amam. Minha alma chora”, publicou uma amiga.

O crime aconteceu na residência do casal na rua Professor Sydnei Lima Santos, na Vila Três Pinheiros. Angélica e Elias teriam discutido por volta das 23h30 e, durante o desentendimento, ele puxou a faca e golpeou a esposa.

O irmão da vítima disse que teve um pressentimento e foi até a casa. Ao tentar defender a irmã, também foi atingido com duas facadas. Ele segue internado.

A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu na ambulância a caminho do hospital.

“Hoje meu coração chora, está destruído. Não consigo acreditar que você se foi dessa forma tão cruel. Como pode o ser humano ser tão cruel? Tão nova deixou seus sonhos sem pode realizar”, publicou a irmã.

Angélica deixa dois filhos – um com Elias e o mais velho de outro relacionamento. Ainda não há informações sobre o velório.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Morte de mulher assassinada pelo marido a facadas na frente do filho gera comoção: “Quanta covardia”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.