Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

Uma história inacreditável aconteceu durante a tarde de ontem (29) no Centro de Curitiba. Geraldo Henrique do Espírito Santo, de 30 anos, foi preso em flagrante pela Guarda Municipal após tentativa de furto. O detalhe é que ele não tentou ganhar de maneira fácil um celular ou um eletrônico, o que queria era uma coxinha de frango.

coxinhaLadrão de coxinha não resistiu ao lanche (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Espírito Santo, que tem extensa ficha criminal, foi detido depois do dono da lanchonete, localizada na Rua Barão do Rio Branco, perceber que o suspeito ‘namorava’ a coxinha com os olhos. Em um momento que o ladrão achou oportuno, a mão boba entrou em ação e o delicioso lanche grudou como se fosse um imã. O comerciante percebeu e iniciou-se uma perseguição, mas um detalhe atrapalhou, a própria coxinha.

A informação é que o suspeito não conseguia andar sem dar uma abocanhada e em determinado momento perdeu o controle das pernas, caiu e foi preso.

Para piorar a situação, quando foi detido a coxinha ainda estava na metade e a fome não foi saciada. O suspeito foi encaminhado ao 1° Distrito Policial (1°DP), onde foi autuado em flagrante por tentativa de furto pelo delegado Rubens Recalcatti. “Sem dinheiro para pagar a fiança de R$ 700, o suspeito vai ter que ficar preso. Nossa carceragem que já está lotada vai ficar mais ainda, por conta de um ladrão de coxinha. Vamos fazer o que?”, questionou o delegado, que brincou com a possibilidade de uma vaquinha para ajudar o suspeito.

A noite para Espírito Santo foi longa na cela. Sem a coxinha, o suspeito dormiu com muita fome.