Uma confusão entre torcedores do Atlético-PR e do Coritiba foi contida pela Polícia Militar (PM) e Guarda Municipal (GM) na manhã deste domingo (10), dia de clássico pelo 2º turno do Campeonato Brasileiro. Os grupos rivais se encontraram dentro do terminal do Sítio Cercado, em Curitiba, e foram contidos já do lado de fora, após bombas de efeito moral e balas de borracha. O biarticulado estava escoltado, mas houve erro de logística na segurança, segundo a GM.

Uma passageira que aguardava um ônibus biarticulado da linha Circular Sul contou à Banda B que atleticanos se aglomeraram na plataforma e alertaram aos demais usuários do transporte coletivo que teria confronto, já que a torcedores do coxa-branca estavam a caminho do desembarque.

“A turma do Atlético estava dentro do terminal e pediu para que os passageiros saíssem das plataformas, pois a turma do Coxa iria brigar com eles. O confronto foi para a estação-tubo. A PM estava por perto, mas só observou. Quando as turmas começaram a brigar, a PM resolveu agir, mas só quando a Rone chegou é que as coisas começaram a melhorar”, relatou a professora de 33 anos, que aguardava para embarcar em uma das linhas do terminal. Ela flagrou o momento e encaminhou o vídeo à redação da Banda B.

Houve confusão, mas não há relatos de feridos, já que o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) não foi acionado. Para a Banda B, o guarda municipal Jerrison garantiu que houve erro na logística do processo do escoltamento.

“Estava combinado que a torcida atleticana sairia do terminal do Sítio Cercado às 9h30. Mas, veio outro ônibus escoltado pela Polícia Militar no outro sentido, contrário, vindo do Pinheirinho. Nisso, as torcidas se encontraram tudo no terminal. Eu não sei o que houve, não era esse o combinado”, descreveu.

 

Depois do confronto, ambas torcidas foram escoltadas até o Estádio Joaquim Américo Guimarães, a Arena, que fica no bairro Água Verde, sem interferências. Assista abaixo o vídeo enviado pela professora à Banda B.