As cinco mortes confirmadas, até o momento, no estado de São Paulo, ocorreram na rede Prevent Senior, operadora de saúde para idosos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo na tarde desta quinta (19).

Todos os mortos no estado eram homens idosos com comorbidades associadas e moradores da cidade de São Paulo. O caso mais recente é de um homem de 77 anos.

 

Hospital Prevent Senior, em São Paulo. Foto: Divulgação

 

A secretaria de saúde também divulgou que os casos confirmados do novo coronavírus no estado subiram de 240 para 286.

A Prevent Senior não respondeu a questionamentos da reportagem sobre maiores detalhes das mortes, por exemplo, se há ou não funcionários entre os mortos. Oito colaboradores da operadora estão internados em UTI.

Além de São Paulo, o estado do Rio de Janeiro confirmou duas mortes pela Covid-19. Ao todo, são sete mortos no Brasil pelo novo coronavírus.

Como adiantou a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, a Prevent Senior será investigada pela Prefeitura de São Paulo por não ter avisado que a doença havia sido confirmada em um de seus pacientes, como manda a lei, na terça (17).

O paciente em questão foi a primeira pessoa do Brasil a morrer pelo novo coronavírus, no dia 17 de março. A vítima, um homem de 62 anos, tinha doenças crônicas prévias que agravaram seu quadro clínico.