Morreu no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, a menina Gabriela Romanoski de Andrade, de 10 anos. Ela estava internada desde outubro e morreu neste domingo (8). Gabriela sofria de miocardiopatia, que impede o coração de funcionar corretamente, e precisava de um transplante.

Gabi no dia da 1ª Comunhão – Redes sociais

Gabi vivia com a família em Ponta Grossa e veio para Curitiba em busca de tratamento especializado.

“Com muita dor no coração, tristeza, sem palavras…, Gabriela Andrade, a Gabi nos deixou as 22:58, Deus deu asas para este anjo ir ao encontro dele, ela nos últimos dias ajudou muita gente sem perceber, foram doações de sangue, um exército enorme que se uniu em orações, ficaremos na saudades”, escreveu uma familiar nas redes sociais.

Gabi no dia da 1ª Comunhão – Redes sociais

De fato, a história dela ficou famosa e gerou grande campanha de doação de sangue ao hospital, que estava com os estoques baixos. O caso ficou famoso depois que a equipe do hospital realizou um dos sonhos da menina, permitindo que ela fizesse a primeira comunhão no hospital.

“Agradecemos muito pelas orações, e que elas continuem para os papais Giovana e Osmar e irmão Bruno, Deus conforte o coração deles e dê a eles a força que precisam”, diz a postagem que confirmou a morte da menina.

Com informações do Portal aRede.