Uma jovem de 26 anos morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória durante atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento em Belo Horizonte. Segundo a família, houve negligência médica. A Polícia Civil investiga o caso.

Mariane Silva Torres deu entrada na UPA Centro-Sul se queixando de fortes dores no peito e nas pernas. O caso foi registrado na terça-feira (23).

Familiares relatam que ela não sentia uma das pernas e gritava de dor. Ao chegar à unidade de saúde, ela recebeu uma “pulseira verde”, para atendimentos de casos leves, ao passar pela triagem.

Jovem recebe 'pulseira verde' e morre em UPA de Belo Horizonte; família denuncia negligência
Foto: Reprodução

Um médica disse que a jovem estava sofrendo uma crise ansiedade, segundo o namorado de Mariane. João Cláudio Coelho disse que ela só foi atendida após um paciente que estava na UPA se revoltar com a situação. “Ela tomou remédio na veia e não adiantou, estava com dor ainda. E nenhum médico vinha dar o parecer do que tinha que fazer”, disse o namorado em entrevista ao MGTV, da TV Globo.

A família registrou um boletim de ocorrência.

“Paciente recebeu toda assistência”, diz prefeitura em nota. Em posicionamento, a prefeitura de Belo Horizonte afirmou que Mariane chegou ao local às 13h30, passando para classificação de risco às 13h32 e foi medicada por volta das 14h50.

A tentativa de ressuscitação durou mais de uma hora, segundo unidade de saúde. Na mesma nota, a prefeitura afirmou que Mariane teve uma parada cardiorrespiratória enquanto aguardava reavaliação da equipe médica, sendo “imediatamente levada para sala de emergência”.

A Polícia Civil aguarda conclusão de laudos para apontar causa da morte. Em nota enviada à reportagem, a PCMG informou que o corpo de Mariane foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para passar por exames.

“A Secretaria Municipal de Saúde se coloca à disposição para todos os esclarecimentos necessários”, comunicou a prefeitura de Belo Horizonte, em nota.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Jovem recebe ‘pulseira verde’ e morre em UPA de Belo Horizonte; família denuncia negligência

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.