A Itália ultrapassou a marca de 100 mil infectados pelo novo coronavírus, totalizando 101.739. Nas últimas 24 horas, foram 4.050 novos casos da doença, segundo o centro de monitoramento da Universidade Johns Hopkins, nos EUA.

A taxa de novos casos diários foi a mais baixa desde o dia 17 de março, segundo a Reuters. Apesar da aparente boa notícia, a agência de notícias afirma que a queda pode estar relacionada ao número menor de testes disponíveis para detectar a doença – o mais baixo dos últimos seis dias.

Com 812 novas mortes no dia, o país europeu chegou a 11.591 óbitos, revertendo, pela segunda vez desde o começo da pandemia, a tendência de queda no número de mortes pelo novo coronavírus. São 14.620 recuperados da doença.

A Itália tem o maior número de mortos no mundo e é o segundo país em número de infectados. Os EUA, com 153.246 casos confirmados, é o atual epicentro da doença no mundo, e registra 2.599 mortes e 4.886 recuperados.