Às 7h30 desta sexta-feira (18), já havia 250 veículos enfileirados no estacionamento do Raposo Shopping, localizado na zona oeste de SP. O objetivo era participar dos testes gratuitos de Covid-19, feitos pelo Instituto Butantan. É a segunda vez que a instituição realiza testes em shopping. A ação termina no próximo domingo (20).

Na quinta (17), a servidora pública Patrícia Rulli, 47, foi até o shopping por volta das 8h para ser testada, mas as senhas haviam esgotado. Então, no dia seguinte, ela chegou às 4h da manhã e foi a primeira da fila. “Resolvi chegar bem mais cedo para garantir o atendimento”, conta.

Rulli procurou o serviço porque teve contato com pessoas que contraíram o novo coronavírus. Ela soube dias depois de retornar de uma viagem feita no fim de semana do feriado. “Fiquei bem apreensiva”, diz.

Foto: Reprodução

“Achei ótimo porque o pessoal abusa do valor dos testes”, comenta a dentista Deise Mitaki. Ela chegou no local às 4h50 acompanhada da secretária, que comentou sobre a iniciativa. Para Mitaki, a ação foi bem organizada e sem atrasos.

Primeiro, ela passou por uma tenda onde respondeu algumas perguntas sobre o estado de saúde e fez um cadastro para receber o resultado posteriormente. Depois, o teste foi feito. Não é necessário sair do carro durante o procedimento.

Segundo o Instituto Butantan, durante o teste, chamado RT-PCR, amostras são recolhidas das mucosas do nariz e garganta que indicam se o vírus está circulando no organismo da pessoa naquele momento. O resultado é enviado em até 72 horas para o celular ou e-mail.

O atendimento ocorre das 8h às 17h ou até terminar os testes disponíveis. 586 pessoas são testadas por dia. A senha é entregue por ordem de chegada. Para participar, é preciso apresentar documento com foto.