Da Redação

Com uma população de aproximadamente 150 mil habitantes, Paranaguá conta com pouco mais de 92 mil eleitores. Um dado do pleito a ser disputado neste ano, porém, chamou a atenção da cidade nesta quarta-feira (20). De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os candidatos a vereador da cidade poderão gastar R$ 15,1 milhões, quase R$ 6 milhões a mais que os concorrentes à Prefeitura de Curitiba, que conta com uma população 12 vezes maior.

Foto: AEN

Tudo leva a crer que um erro possa ter acontecido. Em Manaus, por exemplo, foi divulgado que os candidatos a uma cadeira na Câmara Municipal poderão gastar até R$ 26,7 milhões. Isso foi provocado por um erro na prestação de contas na eleição de 2012 fornecidos por Abraão Santana de Melo. Ele disputou na última eleição pelo PTC, recebeu 329 votos e acabou não sendo eleito para a vaga. Ele apresentou um recibo de R$ 2.850, porém na sua prestação de contas consta uma quantia dez vezes maior, de R$ 28,5 milhões.

Segundo com o texto, o teto de despesas nas eleições para vereador em 2016 deve ser igual a 70% do maior gasto na campanha anterior, mais a correção da inflação no período.

Em Curitiba, por exemplo, os candidatos ao cargo majoritário municipal terão teto de R$ 9,5 milhões para gastos no primeiro turno, enquanto vereadores poderão gastar até R$ 465,7 mil.

Notícia Relacionada:

https://www.bandab.com.br/jornalismo/saiba-qual-e-o-maximo-que-candidatos-prefeito-e-vereador-poderao-gastar-em-curitiba-e-regiao/