Uma das vítimas do acidente que matou 41 pessoas na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, o motorista de caminhão Geison Gonçalves Machado, de 22 anos, era morador de Castro, na região dos Campos Gerais do Paraná. Ele não tinha habilitação para dirigir o veículo. As informações são do G1 e do Portal Metrópoles.

Foto: Reprodução

Segundo a companheira dele, Dheimilly Krachinski, o jovem só tinha autorização para carro e, mesmo assim, provisória.

No momento da colisão, Geison estava acompanhado de um outro caminhoneiro. Por estar no banco da passageiro, o carona conseguiu sair praticamente ileso do acidente. Ele teve escoriações, mas já recebeu alta médica hospitalar.

Em depoimento à Polícia Civil de São Paulo (PCSP), o condutor do ônibus também envolvido na colisão afirmou que o freio do coletivo falhou, provocando a batida. O motorista conta que viu um outro ônibus na frente do seu e, por isso, precisou frear bruscamente. De acordo com ele, neste momento, o freio não respondeu.

Leia a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clicando aqui.