Uber foi considerada inapta para transportar passageiros em Londres pela agência reguladora do setor na capital inglesa. Foto: Reprodução

 

Os londrinos não poderão mais pedir um Uber a partir do dia 1º de outubro. A Transport for London (TfL), agência reguladora do setor na capital inglesa, informou nesta sexta-feira (22) que não renovará a licença concedida ao aplicativo em 2012. A empresa ainda pode recorrer da decisão.

De acordo com o órgão, a companhia é inapta para o transporte privado de passageiros e mostra uma conduta irresponsável em relação a inúmeros problemas ligados à segurança daqueles que transporta. “A TfL concluiu que a Uber London Limited não é adequada e adequada para possuir uma licença de operador privado”, disse o órgão regulador em comunicado divulgado em seu site.

Entre as situações que levaram ao cancelamento do registro estão a atuação da empresa ao denunciar crimes, as explicações sobre como os certificados médicos de seus motoristas são obtidos e as justificativas em relação ao uso do Greyball — software para impedir que órgãos reguladores tenham total acesso ao aplicativo.

“A TfL considera que a abordagem e a conduta da Uber demonstram uma falta de responsabilidade corporativa em relação a uma série de questões que têm potenciais implicações de segurança e segurança pública”, disse o órgão regulador.

Leia matéria completa no Conjur