(Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

 

O Sindicato das Empresas (Setransp) acusa membros do Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e região metropolitana de Curitiba) de sequestrar os ônibus das empresas, na manhã desta terça-feira (5), para levá-los aos locais de protesto da categoria pela falta de segurança no transporte coletivo.

“O Setransp recebeu relatos de seus colaboradores alegando que membros do Sindimoc barraram a passagem de seus ônibus e obrigaram os motoristas a deixar os veículos. Em alguns casos, até passageiros tiveram de desembarcar. As empresas estão levando os motoristas dos ônibus sequestrados para realizar o Boletim de Ocorrência”, disse o Setransp.

Na nota, as empresas afirmaram estar ao lado dos passageiros do transporte coletivo. “Estamos do lado dos colaboradores na busca por mais segurança pública, pois também é vítima dos crimes cometidos no sistema de transporte. No entanto, o Sindimoc, em vez de apontar caminhos para a solução do problema, apenas está criando mais um, prejudicando a mobilidade dos passageiros e o comércio em geral. As empresas não têm poder para atuar na segurança pública, mas podem e já contribuem com o mapeamento dos locais com mais incidência de assaltos para que os órgãos competentes possam, quando possível, agir preventivamente ou, quando necessário, realizar a prisão dos bandidos”, informa outro trecho.

O Sindimoc nega a acusação e deve enviar uma nota à imprensa em breve.