Da Redação

Ouça os dois blocos do Programa:

A inclusão de estudantes com deficiência no sistema regular de ensino está baseada na perspectiva de educação para todos e, inclusive, legislação brasileira determina a inclusão de alunos com deficiência em escolas regulares. O Ministério da Educação, por sua vez, defende que o processo seja gradativo e que as escolas que fazem atendimento especializado continuem a existir. Qual é a perspectiva mais correta para o tema?

(Foto: Juliana Bilk – Banda B)

A grande polêmica que envolve o assunto é a capacitação de professores e a criação de espaços acessíveis a estes alunos nas escolas públicas Brasil afora. Em Curitiba e região metropolitana, os professores estão preparados para receber estes alunos da melhor forma? Ou isso é uma utopia?

Usando um exemplo prático: Um adolescente com autismo em uma escola pública, com os pais com dificuldades financeiras, e outro adolescente com autismo tendo acompanhamento especial em uma escola particular; qual terá mais chances de inserção no mercado de trabalho? Muito provavelmente, o segundo. Esta realidade pode ser modificada?

Para debater o tema, recebemos nos estúdios: Ana Regina Caminha – psicopedagoga; Leomar Marchezini – coordenadora do serviço de inclusão e atendimento ao aluno com necessidade especial da UNINTER e Gislaine Coimbra Budel, diretora do Departamento de Inclusão e Atendimento Educacional Especializado da Secretaria da Educação,

O Banda B Debate vai ao ar todo domingo, a partir das 12h, com apresentação do coordenador de jornalismo da Banda B, Geovane Barreiro.