Tem muitas coisas que um cão gosta de fazer, uma delas é passear. Essa atividade estimula o contato social, o reconhecimento de cheiros e as brincadeiras com outros pets, além do tutor.  No entanto, algumas pessoas gostam de levar os cachorros para viagens mais longas. É possível, mas alguns cuidados precisam ser tomados.

Veterinário dá conselhos para quem quer viajar com cães. Foto: Pixabay

De acordo com o veterinário e adestrador Dr. Victor Tavares, antes de qualquer coisa a vacinação precisa estar em dia. “Não queremos que o cão corra o risco de pegar alguma doença no local de destino. Vai viajar de ônibus, avião, o veterinário precisa preencher um atestado de saúde, um documento que precisa ser levado nessas viagens”, diz.

O especialista também pede que os tutores tenham cuidado com regiões que possam ser endêmicas para doenças.

“Uma coleira repelente pode ser importante. Não deixe seu cão solto no carro, ele precisa estar seguro como a gente”

Victor aconselha que os tutores prendam os cães com cinto de segurança e coleira peitoral. “Nunca uma coleira de pescoço, que pode causar uma lesão grave. Pode também levar a caminha e o cobertor que ele está acostumado a ter para ficar em casa”.

No caso da caixa de transporte, Victor destaca que é preciso que o objeto tenha tamanho adequado para que o cão consiga se mover dentro dela. Afinal, existem viagens que podem ter imprevistos.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Quer viajar com o cachorro no feriadão? Veterinário dá dicas para que animal se sinta à vontade

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.