Bruno Rodrigues admite que a culpa pelo momento ruim é dos jogadores. (Geraldo Bubniak/AGB)

Após o empate em 0 a 0 com o Atlético-GO, o Paraná deixou o campo vaiado pela torcida, e um dos mais criticados era o técnico Matheus Costa. Ainda na saída de campo, os jogadores assumiram a culpa e defenderam o trabalho do treinador paranista.

“Nos incomoda e ao torcedor também. Mas temos que continuar trabalhando. Só muda com trabalho. A torcida tem direito de cobrar, faz parte. O Matheus não tem culpa disso, os culpados somos nós. Mas temos que correr para que isso mude”, declarou o atacante Bruno Rodrigues.

Já o zagueiro Rodolfo corroborou que o culpado é quem entra em campo. “A culpa é de quem entra. O Matheus trabalha durante a semana, não é um cara sem caráter. É um cara que trabalha bastante e necessita disso. Temos que trabalhar firme e vamos atrás da nossa meta”, comentou.

O Paraná não vence há seis rodadas, permanece na 10ª colocação, com 24 pontos, e agora tem cinco de desvantagem para o Sport, time que fecha o G4. Por outro lado, a distância para o América-MG, primeira equipe na zona de rebaixamento, é de sete pontos.

Assista à entrevista do técnico Matheus Costa

Técnico Matheus Costa na entrevista coletiva

Posted by Esporte Banda B on Tuesday, August 20, 2019