Bruno Rodrigues lamenta chance perdida durante empate do Paraná. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Paraná até criou mais oportunidades em relação aos últimos jogos, mas não conseguiu furar a meta adversária e apenas empatou em 0 a 0 com o Atlético-GO. Com o resultado, o Tricolor completou seis jogos sem vencer na Série B e permanece na 10ª colocação, com 24 pontos.

Em busca de recuperação, o Paraná volta a campo novamente na Vila Capanema para enfrentar o Criciúma, no próximo sábado (24), às 11h, na Vila Capanema.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-GO não se intimidou e teve as melhores chances do primeiro tempo. Aos 18 minutos, Matheusinho arriscou chute e Thiago Rodrigues espalmou. No rebote, Rodrigo Rodrigues quase surpreendeu, mas o goleiro salvou mais uma vez. Já aos 26, Jorginho chutou cruzado e a bola passou perto da trave.

O Paraná pouco foi criativo e só levou perigo com Eder Sciola. O lateral-direito teve duas chances, mas errou na hora da finalização. Após o apito final do primeiro tempo, a torcida já mostrava toda a insatisfação ao vaiar e ainda pedir raça para os jogadores.

Na volta para a etapa final, o Paraná cresceu na partida e teve duas oportunidades para sair com a vitória em golaços. Logo aos três minutos, Guilherme Santos fez o cruzamento na área, Bruno Rodrigues desviou de letra e Kozlinski salvou. Já aos 23, Rafael Furtado dominou no peito e mandou de bicicleta, mas o goleiro do Atlético-GO defendeu  com a ponta dos dedos.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0X0 ATLÉTICO-GO

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: Terça-feira, 20 de agosto de 2019.
Horário: 20h30.
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS).
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Marcos dos Santos Brito (MS).

Paraná: Thiago Rodrigues; Eder Sciola (Sueliton), Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto (Rodrigo Porto) e Itaqui; João Pedro, Alesson (Rafael Furtado) e Bruno Rodrigues.
Técnico: Matheus Costa.

Atlético-GO: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; André Castro, Moacir e Jorginho; Matheusinho (André Luis), Mike e Rodrigo Rodrigues (Pedro Raul).
Técnico: Wagner Lopes.

Cartões amarelos: Gilvan e Mike (ATL).