Foto: Geraldo Bubniak /AGB

Em busca de reforços para a sequência da temporada, especialmente para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube deve buscar por jogadores com mais experiência para o restante do ano. Com exceção dos jogadores que têm seus contratos se encerrando no próximo dia 30 de abril, o Tricolor conta agora com uma média de idade de 22 anos no seu elenco.

Talvez essa juventude do elenco do Paraná Clube explique um pouco o esforço feito pela diretoria do Paraná Clube para a renovação do zagueiro Fabrício. Com 30 anos, o jogador é um dos mais experientes do elenco e sua permanência foi fundamental para a sequência do time paranista, segundo o diretor de futebol Alex Brasil.

“Tive uma conversa pessoal com ele, mostrei o projeto e a importância dele. Ele aceitou assumir essa responsabilidade conosco, para ser um porta-voz do grupo de jogadores com nós da direção e com a comissão técnica. Ocorreu tudo bem. Ele tem sido um líder dentro e fora de campo. A gente precisa de atletas desse perfil para dar sustentação. Um atleta experiente, importante para os atletas jovens e foi dessa forma que montamos o grupo. É um jogador fundamental para o nosso momento e estamos muito felizes com sua renovação”, afirmou Brasil.

Além do zagueiro Fabrício, também estão na lista dos jogadores mais experientes do elenco do Paraná o meia Renan Bressan e o volante Luan, ambos com 31 anos. No entanto, o segundo tem seu contrato se encerrando no final do mês de maio, mas há a intenção da diretoria em renovar o contrato do jogador.

O Paraná, neste ano, optou por dar mais oportunidades a jogadores oriundos das categorias de base. Vários jovens que se destacaram na base acabaram subindo ao time profissional do Tricolor, como o volante Carlos Dias e o meia Thiago Alves. As contratações, na sua maioria, foram de atletas mais jovens e que vieram com seus salários pagos por seus clubes de origem.

Assim, especialmente para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube deve buscar pelo menos algumas peças de jogadores mais experientes. A diretoria paranista está em compasso de espera para tentar definir a situação da parceria com a TSI e também aguardando as definições do calendário do futebol brasileiro para conseguir contratar reforços para a sequência da temporada.