Rio Branco está nas quartas de final do Paranaense. (Reprodução/Facebook)

Após renovar com seis jogadores até o fim do Paranaense, o Rio Branco já projeta as duas próximas partidas das quartas de final do Estadual, contra o FC Cascavel, assim que o futebol retornar no Paraná. Os goleiros Dalton e Rafael Betiol, o volante Paulo Henrique, os meias Felipe Nunes e Zezinho e o atacante Osmar serão os ‘pilares’ do Leão da Estradinha para alcançar a classificação à Copa do Brasil de 2021.

Em entrevista à Banda B, Dalton, um dos primeiros atletas contratados pelo clube na temporada, revela que o elenco está ansioso para das atividades dentro de campo.

“Fico feliz e lisonjeado pela renovação. Nós tínhamos uma responsabilidade muito grande e conseguimos a classificação para a Série D, fundamental para o Rio Branco. Almejamos agora uma classificação para a Copa do Brasil. Estamos ansiosos pela volta do campeonato e ir ainda mais além, porque a torcida e o Rio Branco merecem”, revelou.

Paulo Henrique, volante do Rio Branco, destaca a importância da manutenção dos seis atletas, apesar da demissão do treinador Tcheco e de sua comissão técnica. “É importante manter a base para conseguir manter o nível. Na primeira fase, fizemos um jogo muito bom contra o FC Cascavel e, mesmo com o empate, acredito que merecíamos a vitória. Agora, será outro jogo, uma decisão, e esperamos que possamos fazer uma grande apresentação e alcançar a vaga para a semi-final”, afirmou à reportagem.

Já o meia Felipe Nunes, destaque do Leão na temporada, lamenta a interrupção da pandemia, mas acredita no potencial do elenco do Rio Branco na fase mata-mata. “Infelizmente fomos interrompidos pela pandemia, mas nossa expectativa é muito grande. Queremos dar continuidade no trabalho excelente com a equipe e, com certeza, concretizar nossos objetivos”, completou.

Na próxima semana, o Rio Branco deve anunciar à imprensa qual será o cronograma para o restante da temporada. A tendência é que o coordenador Amauri Knevitz seja o treinador.