Hélio Cury, presidente da FPF, aguarda resposta da Sesa para a volta aos treinos no Paraná. (Geraldo Bubniak/AGB)

A Federação Paranaense de Futebol (FPF) entregou um protocolo para a Secretaria da Saúde no final da tarde de terça-feira (19) para a volta aos treinamentos dos clubes paranaenses. A entidade agora aguarda uma resposta do secretário Beto Preto sobre o assunto.

Em entrevista à Banda B, o presidente da FPF, Hélio Cury, explicou que o protocolo é baseado no que foi exigido pela Secretaria da Saúde. “Encaminhamos tudo. Agora aguardamos uma definição. Já estou me sentindo desgastado, porque faz dois meses que já estamos nessa agonia. Encaminhamos o que eles pediram baseado no caderno de encargos da CBF com as perdulariedades nossas. Entregamos ontem no final do dia e vamos aguardar uma resposta a qualquer momento”

O presidente também acredita em uma situação favorável para a volta aos treinos por conta do número baixo de casos em todo o estado, mas ressaltou que a responsabilidade dele é apenas com o futebol. “Penso dessa maneira também, mas não posso falar. Eu penso dessa maneira, mas mexo com o futebol. Saúde não é comigo”, disse.

Ainda conforme Cury, não tem nenhum prazo para a volta aos jogos, mas os clubes vão precisar de cerca de 20 dias de treinos antes do mata-mata do estadual. “A única previsão que tenho é aguardar eles para a liberação para os treinamentos. Fora isso não tem o que fazer e falar. Estamos aguardando a Secretária de Saúde. Baseado na decisão deles, nós vamos montar o que temos que fazer. Em torno de 20 dias para treinamento e depois vamos reiniciar o campeonato”, comentou.