Morreu na madrugada desta segunda-feira (29), aos 75 anos, o advogado e jornalista João Zanforlin Schablatura, figura conhecida da imprensa esportiva e do direito desportivo. A causa da morte de Zanforlin não foi divulgada. Seu último emprego no futebol foi no Corinthians, do qual foi advogado por vários anos. Ele também trabalhou por longo tempo na Rede Bandeirantes, no período do “canal do esporte”.

Nascido em Timburi, interior de São Paulo, João Zanforlin iniciou sua carreira de jornalista esportivo na Rádio Piratininga de Piraju. Teve importantes momentos na imprensa esportiva com o microfone da rádio e TV Bandeirantes, grupo em que permaneceu por mais de duas décadas, e da TV Cultura também.

Como repórter e comentarista esportivo, João Zanforlin trabalhou na cobertura das Copas do Mundo de 1970, 1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1994 e 1998 e dos Jogos Olímpicos de 1972, 1976, 1980, 1984, 1988, 1992 e 1996. Era uma pessoa carismática e divertida.

João Zanforlin advogado

Graduado em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas, João Zanforlin também fez carreira como advogado e foi figura conhecida dos tribunais desportivos. Trabalhou no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e na defesa do Corinthians.

Foi João Zanforlin que, “emprestado” pelo Corinthians, defendeu a Portuguesa no julgamento no STJD que confirmou o rebaixamento da Lusa por escalar irregularmente o meia-atacante Héverton na última rodada do Brasileirão de 2013. Zanforlin tentou livrar a Portuguesa da severa punição, mas não conseguiu, e o time paulista acabou rebaixado para a segunda divisão.

João Zanforlin, comentarista e advogado.
João Zanforlin, o Zanfa, era um dos jornalistas da equipe de Luciano do Valle na Bandeirantes. Foto: Arquivo

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Morre jornalista histórico da TV Bandeirantes

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.