“Anota meu Whatsapp aí que eu levo na sua casa”. Esta foi a frase mais proferida por cambistas na última quarta-feira (19), nos arredores do Maracanã, antes do jogo entre Fluminense e Corinthians, quando a reportagem se passou por torcedor em busca de ingressos para a final da Copa Libertadores, dia 4 de novembro, entre o time tricolor e o Boca Juniors. Os preços atingem até R$ 5 mil.

A abordagem por dezenas de cambistas começou pouquíssimos minutos depois de chegar na rua Professor Eurico Rabelo, onde há o acesso do Setor Sul do estádio e que concentra a maior parte dos torcedores do Fluminense. A aproximação ocorreu sem o menor pudor e preocupação com o policiamento. Alguns deles ofereceram ingressos a menos de cinco metros de policiais e guardas municipais, que em nenhum momento interviram.

Inicialmente, os bilhetes oferecidos eram os do jogo de quinta-feira, mas em todos os diálogos a busca era por entradas para a final da Libertadores. Dos cerca de dez em que houve uma “negociação”, apenas um disse que não estava vendendo. Eles não tinham o ingresso físico no momento e não davam qualquer garantia de segurança, mas afirmavam que bastava anotar seus telefones que um serviço “delivery” entregaria o bilhete na própria residência.

Cambista pede “entrada”

Quando perguntado se havia alguma segurança de que os ingressos eram verdadeiros, um dos cambistas ofereceu uma espécie de “taxa de serviço”, com o restante sendo pago somente após a entrada do Maracanã. “Eu entrego o ingresso para você, tu me paga R$ 700 e só me dá o restante depois de entrar no estádio. Aí você me faz um pix. Outros clientes já fazem isso comigo, olha só”, disse o cambista Guilherme, mostrando conversas e fotos de Whatsapp em seu celular com supostos torcedores que utilizaram seus “serviços”.

Já o único cambista abordado pela reportagem que garantiu não ter ingressos para a final da Libertadores alertou sobre golpes. “Fica esperto pois tem muito cara aí dizendo que tem, mas é tudo falso. Vão imprimir um igualzinho, tu vai pagar e perder um dinheiro. Só compra com quem for de sua confiança”, disse ele, que comercializava apenas bilhetes para o Flu e Corinthians.

Valores oficiais

A Conmebol iniciou as vendas para a final da Libertadores no dia 12 de setembro, primeiramente somente para as categorias 1 (cadeiras inferiores dos setores Leste e Oeste) e 2 (cadeiras superiores do setor Leste). A categoria 3 (setores Norte e Sul) começou a ser vendida após a definição dos finalistas, uma vez que ela é exclusiva aos torcedores de Fluminense e Boca Juniores. Os tricolores ficarão no Sul e os argentinos na Norte, com uma capacidade de cerca de 20 mil para cada. Os preços são os seguintes:

Categoria 1 (cadeiras centrais inferiores): R$ 1.300,00
Categoria 2 (cadeiras centrais superiores): R$ 800,00
Categoria 3 (atrás dos gols): R$ 260,00

Estádio do Maracanã, onde os cambistas fazem a festa.
Maracanã recebe a final da Libertadores no dia 5 de novembro. Foto: Daniel Basil/ME

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Preço de carro usado? Veja quanto cambistas pedem por ingressos da final da Libertadores

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.