Entre tantos relatos tristes e revoltantes sobre a tragédia que deixou 65 mortos no litoral norte paulista desde o Carnaval, a suposta venda de um galão de água a R$ 93 causou enorme repercussão e emocionou um repórter durante transmissão ao vivo.

Foto: Arquivo Pessoal

O preço abusivo de um item de necessidade básica que estaria sendo cobrado dos moradores de São Sebastião, cidade mais castigada pelas chuvas, foi publicamente condenado pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e virou alvo de uma operação conjunta da Polícia Civil e do Procon.

Até agora, a prática não foi confirmada pelos órgãos de investigação e fiscalização, mas acabou se tornando o drama de Isabel Estavski, de 69 anos, dona de um mercado na Vila do Sahy, bairro pobre que cresceu na encosta do morro na Barra do Sahy e onde quase 50 pessoas morreram com os deslizamentos de terra provocados pelo temporal.

Para assistir ao vídeo e ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Dona de mercado acusada de vender água a R$ 93 diz que virou “bode expiatório”; vídeo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.