71 celulares furtados e roubados nas ruas da área central de Curitiba foram recuperados pela Polícia Civil em um imóvel no bairro Parolin, nesta segunda-feira (6). Dois suspeitos acabaram presos em flagrante.

materiais-roubo-furto-receptação-parolin
Sinal de GPS ‘dedura’ casa no Parolin, e polícia recupera 71 celulares furtados em Curitiba; dois são presos. Foto: Reprodução/Colaboração Banda B

A Polícia Civil identificou o imóvel após constatar que o sinal de três aparelhos telefônicos levados de seus verdadeiros donos apontavam para o mesmo local. Segundo o delegado Marcelo Magalhães, da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), a investigação contra os receptadores começou após a constatação do aumento do indíce de furtos/roubos nas imediações do Centro e do bairro Batel.

Após algum tempo de investigação, conseguimos localizar a residência como possível local de receptação desses aparelhos. Hoje, tivemos a felicidade de encontrar o sinal de três aparelhos apontando para o imóvel. Três aparelhos furtados, que apontavam para o mesmo local.

Marcelo Magalhães, delegado.

Na residência no bairro Parolin, os moradores negaram o acesso aos policiais. Porém, em seguida a este momento, foi constatado um mecanismo para realizar o furto de energia elétrica – popularmente conhecido como ‘gato’.

Diante do flagrante, os policiais entraram na residência e encontraram vários aparelhos telefônicos.

Alguns deles estavam envelopados em papel alumínio. A gente sabe que eles utilizam desse método para evitar que o aparelho emita sinal. Alguns aparelhos mais modernos conseguem emitir sinal mesmo desligados, então, para evitar que isto acontecesse, os celulares eram envelopados.

Marcelo Magalhães, delegado.

A dupla suspeita confessou o furto dos celulares após o novo flagrante. Além dos telefones, a polícia apreendeu vários outros objetos, que também podem ter sido frutos de crimes.

Nossa ideia é pegar os receptadores para diminuir os furtos e roubos. Sabemos que há o furto, há o roubo, porque existem pessoas que compram/adquirem estes produtos roubados. Especificamente nesse caso, esses criminosos, que foram presos adquiriram para auferir uma vantagem financeira. Eles pegavam por um valor muito baixo, sabendo serem objetos oriundos do crime, para revender no valor de mercado.

Marcelo Magalhães, delegado.

A Polícia Civil segue procurando criminosos que atuam no roubo/furto desses aparelhos. O uso de adolescentes para a realização dos crimes não está descartado pela polícia. A dupla suspeita detida nesta segunda (6) está à disposição da Justiça.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sinal de GPS ‘dedura’ casa no Parolin, e polícia recupera 71 celulares furtados em Curitiba; dois são presos

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.