Foto do suspeito divulgada a pedido da Polícia Civil em Pinhais

A Polícia Civil em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, quer saber onde está este homem da foto. De acordo com a polícia, João Diogo de Oliveira estuprou duas mulheres da região e está foragido. Ele foi reconhecido pelas vítimas, tem mandado de prisão preventiva decretado, mas fugiu ao saber que poderia ser preso. Agora, a polícia quer que a foto de Oliveira seja divulgada para aumentar as chances de encontrá-lo. Também é possível que outras vítimas de estupro reconheçam o acusado.

Segundo o delegado de Pinhais, Silas Roque dos Santos, o foragido praticou dois estupros em Pinhais. “O primeiro estupro que temos conhecimento ocorreu no dia 31 de dezembro de 2016 e o segundo em fevereiro deste ano. Nos dois casos, ele abordou as vítimas armado e as obrigou a irem com ele a um lugar ermo para praticar o estupro, sempre agindo com bastante violência. Num dos casos ele, inclusive, roubou pertences da vítima como celular e cartão de crédito”, relatou o delegado.

Foto do suspeito divulgada a pedido da Polícia Civil em Pinhais

A polícia chegou até Oliveira após investigar os casos.  “Descobrimos que ele já tinha trabalhado em um clube no bairro do Tarumã e confirmamos com as vítimas a autoria dos estupros. Assim que conseguimos o mandado de prisão, ele, de alguma forma descobriu que iria ser preso e fugiu. Agora, precisamos da ajuda da população com a divulgação da foto do suspeito para efetuarmos a prisão”, disse o delegado.

Segundo a polícia, Oliveira agia nos bairros Capão da Imbuia, Bairro Alto, Tarumã, além de Pinhais. “Com a divulgação da foto também é possível que outras vítimas dele apareçam. Muitas vezes a s mulheres vítimas deste tipo de crime acabam evitando procurar a polícia, infelizmente. Mas é preciso prendê-lo o quanto antes”.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de João Diogo de Oliveira pode ligar para os telefones: 41- 3665-5250 ou 41-3665- 5251