Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

A morte macabra de Edson Floriano de Sales, 50 anos, dentro de casa, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, está com as investigações em andamento. Ele foi encontrado morto em cima da cama e estava com o órgão genital decepado. A principal suspeita se apresentou na delegacia do município durante essa semana, acompanhada de um advogado, e contou que a motivação seria um abuso sexual contra uma das filhas dela, enquanto o casal morava junto.

O crime aconteceu no dia 14 de julho e vizinhos o encontraram no fim da tarde, depois de sentirem um forte cheiro de gás, vindo da casa de Sales, que morava na rua das Gabirobeiras, no bairro Jardim das Graças. Para a Banda B, o delegado de Colombo, Zequinão, confirmou a motivação e disse que espera investigar se houve participação de mais pessoas. “Tinha certeza da autoria dela, estamos apurando a participação de outras pessoas. De acordo com o que ela relatou, essa mulher foi morar com a vítima e levou os filhos junto, mas, depois do fim do relacionamento, ela ficou sabendo que houve um suposto abuso sexual com uma das crianças. Isso teria motivado o crime”, contou.

Segundo o delegado, desde o início das investigações a equipe acreditava que o crime teria relação com esses fatos. “É um crime muito brutal e a mutilação da vítima já sugeria que havia motivação forte. Ela contou que procurou o homem para falar sobre o caso e, durante a discussão, eles entraram em luta corporal e isso aconteceu”, descreveu.

No dia do crime, vizinhos contaram que a vítima era um homem sem vícios e que frequentava uma igreja próxima. A ex-companheira de Sales foi ouvida e liberada, já que não houve flagrante. O delegado, a partir de agora, poderá pedir, caso ache necessário, a prisão preventiva da suspeita. Por ora, ela responde em liberdade.

Notícias relacionadas: