Rapaz foi morto com cerca de oito tiros. Foto: DS/Banda B

Um catador de reciclável de 24 anos foi assassinado no começo da noite dessa sexta-feira (22), no bairro Mossunguê, em Curitiba. Felipe Wilson dos Santos de Freitas foi morto com diversos disparos de arma de fogo e os atiradores já tinham sido apontados pelas testemunhas. A motivação pode ser envolvimento com as drogas.

O crime aconteceu na esquina das ruas Jeremias Maciel Perretto com a rua Ivette Puglielli Cunha, quando dois homens em um Fiat Uno, de cor branca, passaram e atiraram várias vezes contra o rapaz. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas Freitas não resistiu. “Ele já estava morto, tinha vários ferimentos no tórax, abdômen, no rosto também. Tinha muita gente, um tumulto grande”, disse o cabo Cordeiro.

Moradores da região estavam revoltados com o crime e repassaram à polícia os nomes dos possíveis atiradores. Até o final da noite, ninguém tinha sido preso.

Freitas tinha antecedentes por roubo, mas atualmente auxiliava a família com materiais recicláveis. Segundo os mais próximos, o rapaz tentava deixar a rotina de criminalidades que era envolvido. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Cidade Industrial

Um homem, sem identificação, em torno dos 30 anos, foi assassinado a tiros na Vila Barigui na Cidade Industrial de Curitiba, no final da noite dessa sexta-feira. Moradores da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira ouviram vários tiros e viram uma pessoa caída no meio da rua. A Polícia Militar foi acionada e encontrou a vítima no local, que tinha um ferimento por arma de fogo na nuca. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e o caso também fica sob responsabilidade da DHPP.